LITERATURA E CINEMA

É prazeroso perceber a curiosidade que, os filmes estimulam os jovens e muitos adultos em conhecer a literatura universal. Oxalá que coisa boa.
 Crepúsculo é um filme de romance/fantasia de 2008, dirigido por Catherine Hardwicke, adaptado do primeiro livro da série homônima de Stephenie Meyer por Melissa Rosenberg. O filme estrela Kristen Stewart como Isabella Swan, uma garota que se apaixona por Edward Cullen, um vampiro interpretado por Robert Pattinson.O autor do poema, Robert Frost (1941)
Fire and Ice (“Fogo e Gelo”) é um dos poetas mais populares  estadunidense Robert Frost, publicado em dezembro de 1920 na revista Harper’s. Ele discute o fim do mundo, comparando a força do fogo com a emoção e desejo, e gelo com ódio.[1]
Robert Frost
Fogo e gelo

Alguns dizem que o mundo acabará em fogo,

Outros dizem em gelo.

Fico com quem prefere o fogo.

Mas, se tivesse de perecer duas vezes,

Acho que conheço o bastante do ódio

Para saber que a ruína pelo gelo

Também seria ótima

E bastaria.

O poema foi inspirado em uma passagem do Canto 32 do Inferno de Dante, em que os traidores de sua própria espécie são mergulhados, enquanto num inferno de fogo, até o pescoço no gelo: “um lago tão ligado com gelo, / Não teve como água, mas como um direito claro de vidro … / Eu vi, onde os pecadores são preservados no gelo. “[1]
Stephenie Meyer
SOBRE A AUTORA
Origem e publicação
A autora Stephenie Meyer disse que a idéia de Twilight veio de um sonho que ela teve em 2 de junho de 2003. O sonho era sobre uma garota humana e um vampiro que estava apaixonado por ela, mas também estava sedento de seu sangue. Baseada nesse sonho, ela escreveu a transcrição do que agora é o capítulo 13 do livro.[5] Ela nunca havia pensado em vampiros, e o sonho surpreendeu a ela própria. A autora chegou inclusive a dizer: “Não escolhi os vampiros. Eles me escolheram”.[6] Meyer continuou escrevendo a história a partir desse capítulo, até o fim. Apenas depois, escreveu o início.[7] Apesar de ter pouca experiência, em três meses ela havia transformado o sonho em um romance completo.[8] Depois de escrever e editar o livro, ela assinou com a editora Little, Brown and Company por 750.000 dólares, um montante elevado para a primeiro publicação de um autor.[9] Megan Tingley, a editora que assinou com Meyer, disse que, na metade da leitura do manuscrito, ela percebeu que tinha um futuro bestseller nas mãos.[10] O livro foi publicado primeiramente em 2005.
Depois do sucesso de Twilight, Meyer expandiu a história em uma série com mais três livros: New Moon (2006), Eclipse (2007) e Breaking Dawn (2008). No total, os quatro livros da série venderam cerca de 150 milhões de cópias mundialmente,[1] sendo mais de 5.200.000 milhões vendidos no Brasil.[11]
A série Twilight faz parte do gênero de ficção para jovens adultos, fantasia e romance, embora Meyer categorize seu primeiro livro, Twilight, como “suspense romance terror comédia”.[12] No entanto, ela afirmou que considera seus livros como “romance mais do que qualquer outra  coisa”.[12] A série explora o não ortodoxo romance entre a humana Bella e o vampiro Edward, assim como o triângulo amoroso entre Bella, Edward e Jacob Black, um lobisomem.[13] Os livros evitam se aprofundar em sexo provocativo e drogas, porque, de acordo com Meyer, “Eu não acho que adolescentes precisem ler sobre sexo gratuito”.[14]
De acordo com a autora, seus livros são “sobre vida, não morte” e “amor, não luxúria”.[17] Cada livro da série foi inspirado e vagamente baseado em um clássico diferente da literatura: Crepúsculo em Orgulho e Preconceito de Jane Austen; Lua Nova em Romeu e Julieta de William Shakespeare; Eclipse em O Morro dos Ventos Uivantes de Emily Brontë e Amanhecer em outros dois livros de Shakespeare, Sonho de Uma Noite de Verão e O Mercador de Veneza.[18][19] Meyer também citou outros romances como inspiração para a saga, os quais incluem Jane Eyre, de Charlotte Brontë, e Anne of Green Gables de Lucy Maud Montgomery,[20] além de dizer que o escritor Orson Scott Card é uma grande influência em sua escrita.[15]
Meyer, uma Mórmon, reconhece que a sua fé tem influenciado seu trabalho. Ela disse que seus personagens “tendem a pensar mais sobre de onde vieram e para onde eles irão do que poderia ser típico”.[14] Meyer também orienta seu trabalho a partir de assuntos como sexo, apesar da natureza romântica dos livros. Ela declarou que não teve intenção consciente de seus romances serem influenciados pela crença Mórmon, ou de promover as virtudes da abstinência sexual e pureza espiritual, mas admite que sua escrita é modelada por seus valores, dizendo: “não acho que meus livros estão sendo realmente impressivos ou obscuros, por causa de quem eu sou. Sempre haverá muita luz em minha histórias”.[22]

Anúncios

Sobre luciadifatima
Que eu me lembre...sempre gostei de compreender a vida observando ou fazendo uso de imagens...quando adolescente amava fazer recorte e colagem...quando o professor de Arte pedia pra interpretar poemas e temas usando imagens de revistas velhas.O trabalho com a pesquisa de imagens era pra mim um encanto. Hoje sinto que as convivências humanas são direcionadas por eternos recortes e colagens...Humanamente recheados e colados por acertos e erros...os registros gravados neste espaço pretendem estimular e ampliar...reflexões...que busque a construção da melhoria das nossas convivências. O trabalho com educação que realizei durantes alguns anos, principalmente com crianças, amplia a esperança em nos tornarmos cada vez mais humanos. Provavelmente trocaremos saberes sobre mil coisas. Agradeço sua participação e a sua significativa contribuição neste processo de emancipação cidadã para todos e com todos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s