Quatro Marias

MARIAS

Penso que, mais uma vez a questão da adoção no Brasil precisa ser revista. Precisa agilidade nos processos de adoção.

  Quem sabe Verônica tivesse o prazer de adotar Quatro Marias.

SILÊNCIO GRITANTE

Já postei outro dia aqui, a respeito  de um sonho que tive sobre a mídia dominante do nosso país. No sonho relatava  que  a mídia conseguia ser coerente e dizia   sobre e porquê direcionava  os fatos e omitia a verdade do povo. Dizia  também por quais motivos fazia isto. Há muitos e muitos anos. Sonhei. Hoje estamos vendo e ouvindo este silêncio gritante. Os ventos estão há mudar… Será??Bom que assim seja!

Os ventos estão há mudar… Será??Bom que assim seja!

Os ventos estão há mudar… Será??Bom que assim seja!

O NATAL TAMBÉM É DO POVO

Então é Natal e nossos  estômagos e bolsos parecem estar em melhores condições de sobrevivência. Penso que  este país começa a experimentar o seu  ideal. Feliz Natal, a Todo o povo Brasileiro que, cante,senti,sofre e quer ser feliz.

É PRECISO QUE BRASIL RESPEITE, RECONHEÇA E VEJA O 

PERCEBENDO VITÓRIAS, REGISTRANDO A HISTÓRIA.

ATENÇÃO…MENINAS,MOÇAS,MÃES, MULHERES BELAS!!  É POSSÍVEL…SONHAR. MELHOR AINDA É SONHAR SONHOS BONS. SEMPRE PARA TODOS.

Contribuições afirmativas

 
 
 
 
 

A jornalista entrevista as maiores atrizes negras brasileiras (Zezé Motta, Ruth de Souza, Chica Xavier e Léa Garcia) e conta como alcançaram sucesso, apesar da discriminação.

Livro de Sandra Almada

Editora: Mauad


Com base numa análise da telenovela brasileira no período 1963-1997, o autor mostra que uma das principais características da formação nacional, a de ser multirracial e multiétnica, corre o risco de reduzir-se a um referencial euro-americanizado

Livro de Joel Zito Araújo

Editora: Senac

Literatura infantil

Sônia Rosa, assim como a menina Lindara, sempre gostou de falar pelos cotovelos….Um dia, sem mais nem porquê, ela resolveu colocar as idéias arrumadas num papel em forma de histórias…Adora estar entre crianças e, sempre que possível, conta uma história para elas. Afinal, como ela mesma diz: a leitura alimenta as idéias e quem conta uma história abraça alguém.

Livro de Sônia Rosa

Editora: Nandyala

MÃE ÁFRICA

“Este Continente é, ao mesmo tempo, muitos continentes. A cultura africana não é uma única, mas uma rede multicultural em contínua construção.”

Para falar da África, de uma cultura multifacetada, não podemos esquecer que falamos de um continente muito antigo, com extensões gigantescas, de tradições culturais variadas, de muitos países, povos, línguas, dialetos, tribos, religiões. A África são muitas Áfricas! A África são muitos povos!   Em 2003, foi decretada a Lei Federal n.º 10.639, que mudou a Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (LDB), ao estabelecer a obrigatoriedade do ensino e transmissão de cultura africana e afro-brasileira nos estabelecimentos de ensino públicos e privados de todo o País. Há debates a favor e contra essa decisão, com receio de que haja mais segregação ao se destacar a história do povo negro de outros temas curriculares. Nitidamente, essa proposta aqueceu a edição de livros infantis literários e informativos, o que pode ser verificado na produção recente nacional. Muitos livros,   brasileiros e traduzidos, têm circulado nas feiras e livrarias dedicadas ao setor. Alguns deles com o cuidado que os leitores merecem: informações sobre o país africano, o povo a que se refere a história.

%d blogueiros gostam disto: