Nós mães, nós pais, nós adultos responsáveis por crianças.

Nós mães, nós pais, nós adultos responsáveis por crianças.
Boa tarde, pessoas queridas. Hoje trago comigo a contribuição em e escrita, de pessoas que percebem a necessidade que os dias atuais apresentam como demanda, na formação especialmente da infância das nossas crianças do zero aos sete anos. Dizem que as crianças nascessem prontas. É preocupante e isto é algo que deveria muito nos assustar. Sabemos que é uma afirmativa que precisa ser muito bem discutida. A nossa criança de, hoje e sempre, carece de proteção em todos os aspectos da sua vida. Percebo que no momentos atual muitas vivências e experiências possam ser vividas. Minimizar ou desconsiderar a ausência da afetividade e do respeito para com a natureza humana da criança e de seu próprio desenvolvimento, tem sido objeto de preocupação entre muitos, professores, familiares, educadores, pedagogos, psicanalistas, sociólogos, cuidadores, enfim entre todos adultos sensibilizados com a infância e qual direção o cuidado de seu desenvolvimento deve ocupar-se na prática cotidiana e como deve caminhar. Afinal nós somos pessoas, que crescemos, em outras gerações temos diferentes vivências, e fomos acolhidos e cuidados enquanto crianças, sabemos da nossa incompletude humana, mas de alguma maneira fomos acolhidos e este acolhimento fez total diferença para lidarmos com nossa dolorida incompletude humana. Não as crianças não nascem prontas, cada geração nova que nasce necessita ser melhor recebida, acolhida, acompanhada. Como pensar em cuidar do planeta sem construir um olhar cuidador em nossas novas gerações. Como?  Espero um olhar mais atento  para as pedagogias, que  se preocupa com o físico, o humano e o espiritual das nossas crianças.

 

A Pedagogia Waldorf é uma pedagogia que tem como ponto de partida o conhecimento da criança e de seu desenvolvimento em diversos aspectos. Enfoca o ser humano como ente físico, anímico e espiritual.
Embasada na concepção de ser humano e mundo desenvolvida pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925), essa pedagogia tem como objetivo o cultivo das potencialidades individuais. Leva em consideração a diversidade cultural e se compromete com princípios éticos humanos amplos e gerais.

imagesCAX7LD4V bonecos 1 Há uma valorização de:
• Integração social e cooperação
• Integração de escola e família
• Infância saudável
• Alegria e responsabilidade nos processos de aprendizagem
• Excelência intelectual, imaginação, criatividade, cultivo da memória,
habilidades em resolução de problemas
• Arte e movimento como meios de exercitar capacidades e como
elementos que permeiam todo o processo de aprendizagem
• Currículo que propicia um desenvolvimento adequado a cada faixa
etária nos âmbitos físico, emocional e cognitivo.
• Professores em permanente processo de autoeducação: além da
formação acadêmica os professores passam por uma formação específica em Pedagogia Waldorf.

imagesCA7BA3PS boneco 2

Especificidades da Pedagogia Waldorf
• Os conteúdos e atividades visam ir ao encontro das necessidades próprias de cada fase do desenvolvimento dos alunos
• Educação Infantil com espaço e tempo para o desenvolvimento de uma infância saudável, sem procedimentos voltados para a alfabetização precoce
• Os primeiros oito anos escolares do Ensino Fundamental têm, preferencialmente, acompanhamento feito pelo mesmo professor
• Aulas de Euritmia
• Ensino em módulos temáticos
• Aulas   Manuais, Música, Jardinagem, Artes ao longo de todo o currículo
• Ensino de línguas estrangeiras (Inglês e Alemão) desde o primeiro ano
• A avaliação é contínua e diversificada, e considera o aluno em seus diversos aspectos. Pretende ser tanto
um retrato da situação de aprendizagem quanto um ponto de partida para desenvolvimentos posteriores
• O elemento artístico, além de ser utilizado como uma faculdade em si, é um veículo didático 

 

“A nossa mais elevada tarefa deve ser a de formar seres humanos livres que sejam capazes de, por si mesmos, encontrar propósito e direção para suas vidas.”
Rudolf Steiner

“O homem só se aproxima da sabedoria quando começa a se conhecer de verdade.”

Algum tempo falamos sobre   o que é a Antroposofia. Acreditamos que esta   ciência cada dia torna-se mais necessária para  nossa melhor sobrevivência.

Antroposofia é uma ciência espiritual que objetiva o conhecimento (do grego sofia) sobre o ser humano (antropos). Com base em seus princípios, há escolas dentro da medicina, farmacologia, nutrição, fisioterapia, psicoterapia, pedagogia, administração e espiritualidade. Segundo a antroposofia, a conexão entre homem e natureza está presente em todos os fenômenos, em nível interno e externo, anímico e material. Não dá para separar. Por exemplo, você pode ir a um dentista da linha antroposófica e sair de lá com uma receita de pomada para os pés, pois considera-se que as partes do corpo se correspondem. Nas salas de aula, as crianças são educadas para absorver a infância em sua plenitude, em vez de serem preparadas precocemente para o mercado de trabalho. O propósito é levar o ser humano ao conhecimento de si mesmo, mas sempre em integração com o Universo. A antroposofia foi desenvolvida no início do século 20 pelo filósofo austríaco Rudolf Steiner (1861-1925). Apoiadas em pesquisas científicas, suas idéias evoluíram entre seguidores e parecem consagrar-se à medida que mais pessoas buscam a simplicidade e o bom senso no dia a dia. “Não é seita nem religião. Trata-se do que há de mais moderno em procura e aperfeiçoamento espiritual”, diz o doutor Samir Wady Rhame, presidente da Associação Brasileira de Antroposofia. “O homem só se aproxima da sabedoria quando começa a se conhecer de verdade.” Site 100 respostas.

Fruto de longos anos de experiência em palestras introdutórias à Ciência Espiritual Antroposófica, o presente livro traz um panorama das principais abordagens antroposóficas dos diversos campos do conhecimento humano, incluindo formas de atividade prática nas instituições. Sem pretender esgotar qualquer assunto, o autor propicia aqui uma valiosa oportunidade de visão de conjunto, ao mesmo tempo estimulando o interesse para a leitura da vasta obra de Rudolf Steiner.
Editora: Antroposófica
Autor: RUDOLF LANZ
ISBN: 8571220247
Origem: Nacional
Ano: 2005
Edição: 7
Número de páginas: 100
Acabamento: Brochura
Formato: Médio
Código de Barras: 9788571220249

Educação é uma necessidade.

Nosso momento histórico,traz uma certa urgência, sobre, como repensar os sistemas de Educação. Penso que as práticas pedagógicas, de   Rudolf Steiner, podem acolher melhor nossas crianças de hoje, tão carentes de referências  positivas, que deveriam ser construídas, em grupos  familiares. A ação pedagógica possivelmente  precise adaptar-se, as condições  de convivío familiar comum aos dias atuais. Pedagogo

“A nossa mais elevada tarefa deve ser a de formar seres humanos livres que sejam capazes de, por si mesmos, encontrar propósito e direção para suas vidas.

%d blogueiros gostam disto: